Câmara Municipal de Três Pontas - MG
Bem vindo à nossa nova plataforma!

Vereador Erik Roberto sugere ampliação de internet gratuita para estudantes

Leia a matéria completa.

Publicado em 21/07/2020
Por Câmara Municipal de Três Pontas

Estudantes de todo o Brasil estão sem aulas presenciais em virtude da pandemia. Em Três Pontas não é diferente e milhares de alunos precisam acessar a internet para acompanharem as aulas à distância. Como nem todos têm acesso a uma internet de qualidade por causa do valor, o vereador Erik Roberto fez uma indicação em Plenário para que o Município viabilize de forma ampla e gratuita esta tecnologia para estudantes carentes e que estão em dificuldades para acompanhar as aulas online. O vereador explica que os recursos tecnológicos estão presentes em diversos aspectos do nosso cotidiano, sendo utilizados por empresas de diversos segmentos. O comércio, a indústria e o transporte, por exemplo, usam essas ferramentas visando facilitar a vida do cliente, melhorar a produtividade da organização e a comunicação com o consumidor. “Diante disso, temos nos deparado com uma realidade na qual a transformação digital, gerada pelo avanço tecnológico, tem causado uma verdadeira mudança estrutural, não apenas dentro das empresas, mas na vida em sociedade como um todo,” afirma.

Erik Roberto prossegue afirmando que como o acesso à internet torna a transmissão de conhecimentos mais eficaz, quando a internet é associada ao ensino, o conteúdo que antes era passado apenas na lousa, passa a ser colocado em retroprojetores ou lousas digitais interativas, que além de mostrarem a aulas escritas pelo professor, também permitem o acesso simultâneo à internet, facilitando ainda mais o entendimento. Alunos com necessidades especiais também se beneficiam com a tecnologia aplicada ao ensino, pois ela torna possível o desenvolvimento de softwares, mais do que isso, possibilita que alunos especiais baixem esses programas pela internet. Para facilitar a vida do estudante, o legislador assegura que “com o isolamento social estabelecido como alternativa de enfrentamento à epidemia do coronavírus, o acesso à internet em banda larga tornou-se, ainda mais, um insumo fundamental no dia a dia das pessoas, que passaram a trabalhar e a estudar remotamente. Na educação, sobretudo, o impacto que esse acesso provoca, faz a diferença na formação de milhões de jovens hoje privados de aulas presenciais. Nesse sentido, entendemos ser fundamental que se garanta aos estudantes de escolas públicas, em geral oriundos de classes sociais menos favorecidas, o acesso às plataformas de ensino a distância a partir de conexões rápidas à internet, com baixos custos. Esse benefício duraria até um ano após o fim da pandemia do coronavírus, definido pelas autoridades competentes”, concluiu.